QUARTA, 23 DE MAIO DE 2018 | |

Princesa Isabel, PB

maispiaui.com no Facebook maispiaui.com no Twitter maispiaui.com no Google Plus Fale conosco
Publicado em 31/01/2018 às 09:55:08

Parnaíba - A capital do Delta do Rio Parnaíba

998_pedral.png

Parnaíba é a segunda maior cidade do Piauí em termos populacionais e tem uma importância crucial na formação do estado. Sua história mistura a tradição portuguesa e mercantil, que atraiu famílias de vários lugares do mundo. O município é considerado a Capital do Delta do Rio Parnaíba, tanto por sua localização como pela infraestrutura de recepção aos visitantes: hotéis, restaurantes, agências de turismo, entre outros setores. O Delta do Rio Parnaíba é o único em mar aberto das Américas e integra a chamada Rota das Emoções, que inclui ainda Jericoacoara, no Ceará, e os Lençóis Maranhenses, no Maranhão. Parnaíba tem ainda a bela Praia do Sal, localizada na Ilha de Santa Isabel, povoado que fica a cerca de 16 quilômetros do Centro da cidade. O município possui uma grande variedade de restaurantes, bares, onde se destacam o Calçadão Cultural, na Beira Rio e na Avenida São Sebastião. Já, o Porto das Barcas é um marco histórico da cidade com seu conjunto arquitetônico secular.

Como Chegar 

Carro: De Teresina a Parnaíba, o melhor caminho é seguir 332 quilômetros em direção ao Norte, pela BR 343. De Fortaleza, é possível ir pelas rodovias litorâneas, seguindo pela CE 085 e BR 402.

Outra rota é ir pela BR 222 em direção a Sobral, e pegar a BR 403, em seguida na CE 240; após Massapê, pegar a CE 362 até Granja, onde se segue pela BR 402 até Parnaíba, um percurso de 480 quilômetros. De São Luís, siga pela BR 135 até Santa Rita, vire à esquerda na BR 222 e continue pela MA 034.  Depois, vire à direita na PI 214 e à esquerda na PI 211 até a BR 343. 

Ônibus:  A empresa Guanabara tem ônibus saindo de Teresina, São Luís e Fortaleza com destino a Parnaíba. A empresa Itapemirim faz linha a partir de São Paulo e a Transbrasiliana com origem em Brasília. Horários e preços a consultar.  Há, ainda, as empresas Coimbra, Boa Esperança e Transpiauí.

Avião:  A Azul Linhas Aéreas faz voos regulares aos sábados, a partir de Recife (PE).

 

Porto das Barcas

O casario centenário e diversos imóveis da cidade mostram quanta história Parnaíba traz dentro de si. Importante interposto comercial para o Estado desde o Brasil Colônia, o povoamento da região do município é um dos mais antigos do estado. Basta dar um passeio pelo Porto das Barcas para visualizar os antigos armazéns onde eram guardadas as mercadorias vendidas e compradas pelos comerciantes. As construções foram erguidas com pedra, argamassa de cal, conchas, óleo de baleia e a força dos escravos. Ao seu lado, está a Ponte Simplício Dias, inaugurada em 1975, único acesso por terra ao Delta, de onde é possível ver um pôr do sol incrível.

Pedra do Sal

A única praia localizada no município de Parnaíba fica a 16 quilômetros do Centro da cidade, na Ilha de Santa Isabel, e no bairro que leva o mesmo nome. Tem um farol de 1873 localizado em um conjunto de pedras que divide o mar agitado, no lado Leste, das águas mansas do lado Oeste. Conta-se que o nome tem a ver com as porções de sal que se formam nas cavidades destas rochas. Da costa é possível ver um pôr do sol que está entre os mais bonitos do Piauí. Há quem diga que os fenícios chegaram nesta praia e existem relatos de que extraterrestres tenham passado pelo local. Muitas pessoas asseguram que já viram objetos voadores não identificados rondando por ali.

Aventura

Parnaíba é a porta de entrada e, também, considerada a Capital do Delta. Não é à toa: maior cidade da região, com 145 mil habitantes, tem uma economia pujante e equipamentos que facilitam a vida de quem está visitando, como diversas agências de turismo e o setor hoteleiro que é grande e variado. Além de passeios ao Delta, as agências possuem roteiros que incluem outras cidades da Rota das Emoções e visitas a Jericoacoara e aos Lençóis.

Casa Ingleza 

A Casa Ingleza pertenceu ao comerciante James Clark que inseriu a cera de carnaúba no mercado internacional. É símbolo do apogeu econômico de uma época.

Casarão Simplício Dias

O Casarão Simplício Dias tem arquitetura colonial portuguesa, foi construído no Século XVIII e pertenceu à família do primeiro governante da cidade. Atualmente, abriga exposições de artistas locais e nacionais.

Sobrado Dona Auta

O Sobrado Dona Auta é um dos prédios mais antigos da cidade e conta-se que pertenceu a uma dama da sociedade que viveu um grande sonho de amor por um português que partiu e lhe deixou desiludida. Ela então resolveu não mais sair de casa, ficando reclusa na saleta que mandara construir e que se destaca do imóvel donde poderia admirar o horizonte à espera de seu amor.

Capela de Mont Serrat

A pequena capela de Mont Serrat foi construída em 1711, para abrigar a primeira padroeira de Parnaíba, Nossa Senhora do Mont Serrat, padroeira dos navegantes. Uma imagem foi trazida de Portugal para ser venerada, mas no ano seguinte foi enviada à Matriz de Piracuruca, devido aos constantes ataques dos índios Tremembés à feitoria.

Igreja do Rosário

A Igreja foi feita por escravos que eram proibidos de participar das cerimônias religiosas em companhia dos brancos na Catedral de Nossa Senhora da Graça. 

Catedral de Nossa Senhora da Graça

A Catedral de Nossa Senhora da Graça tem características do estilo barroco e foi levantada no Século XVIII, sendo um marco na fundação e formação da cidade. A catedral era ligada à Casa Grande de Simplício Dias da Silva por galerias internas.

Outros Locais

Outros locais importantes para visitação são a Praça da Graça, o Cajueiro de Humberto de Campos, a Praça Santo Antônio; a Locomotiva; o Museu do Trem e o Castelo do Tó.

Sesc Caixeiral

O belo prédio localizado no Centro de Parnaíba abriga o Centro Cultural João Paulo dos Reis Veloso, também conhecido como Sesc Caixeiral. O imóvel teve sua construção iniciada na década de 1920, a fim de abrigar cursos para os comerciários – chamados então de caixeiros – promovidos pela União Caixeiral, criada, dois anos antes, por 122 sócios. Antes da sede própria, a União havia alugado uma casa onde eram promovidos cursos noturnos de português, aritmética, geografia, inglês para o comércio, noções de compa-tibilidade mercantil e datilografia. Até 2005, funcionou com cursos técnicos, ensino fundamental e jardim da infância. Com uma arquitetura preservada, o prédio abriga, atualmente, cinema, auditório para concertos, cybercafé, memorial, biblioteca, salas para cursos de arte e música e galeria. Entrada franca. Visitas guiadas e com grupos podem ser agendadas. O endereço é a av. Presidente Getúlio Vargas, 545. Tel.: (86) 3315-8551. Horário de Funcionamento: segunda a sexta das 8h às 12h e 14h às 20h, sábado das 13h às 21h.



Deixe seu comentário